23/06/2022
Quinta
Acontece hoje

Cultura e Entretenimento / Crônica da Semana – Sem carnaval, nos sobrou a tragédia

Crônica da Semana – Sem carnaval, nos sobrou a tragédia

Crônica desenvolvida a partir dos últimos acontecimentos no Brasil e no mundo

FOTO: Reprodução/ Web
28 de fevereiro de 2022 - 4 meses atrás

Em tempos de pandemia nossa áurea esperançosa repetia que toda essa tragédia poderia servir como motriz para evolução das relações humanas. Ledo engano, pois, a barbárie humana só aumenta. Nessa última e fatídica semana, o presidente russo Vladimir Putin, iniciou os ataques a Ucrânia sob qualquer desculpa política. 

Mas do lado de cá, na nossa Bahia de calor férvido, também temos nossos conflitos bélicos. A cada fim de semana a nossa sociedade soma vítimas, desde a rebelião da Lemos de Brito até aquela bala perdida via Sedex que chega em um bairro periférico sorteado. 

No apogeu dessa barbárie até o nosso futebol virou palco de terrorismo. Primeiro com o atentado com uma bomba ao ônibus do Esporte Clube Bahia, seguido por atentados ao Náutico, Grêmio e por fim ao Paraná Clube. 

Não há justificativa esportiva que celebre as agressões, as tentativas de homicídios ou qualquer violência que nos assolou nos últimos dias. É sempre duro ver o horror bater a nossa porta e cobrar resultados das forças policias é fundamental! Porém não vamos proliferar a maldade nesse emaranhado de dor, vamos sempre buscar a alegria carnavalesca. 

E por falar em alegria, um salve mais que especial para a arretada cientista e doutora em Patologia Humana, Jaqueline Góes.  A doutora colocou seu abadá na seleta lista das ’20 Mulheres de Sucesso do Brasil’ da Forbes, a revista de negócios mais conceituada do mundo. Uma das responsáveis pelo mapeamento do coronavírus. Jaqueline também já foi homenageada com a criação de uma boneca Barbie. 

Por fim, me despeço com um verso de uma canção momesco que nos arrefece nesses dias sombrios… 

“Eu queria,  

Que essa fantasia fosse eterna 

Quem sabe um dia a paz 

Vence a guerra 

E viver será só festejar”.

Por: Victor Hugo Damasceno

28 de fevereiro de 2022 - 4 meses atrás