22/06/2022
Quarta
Acontece hoje

Artigo / Artigo: Redes Sociais e os limites das interações

Artigo: Redes Sociais e os limites das interações

Esse artigo tem como objetivo trazer uma reflexão acerca de nossos posicionamentos nas redes sociais

FOTO: Reprodução / Web
21 de junho de 2022 - 1 dia atrás

Diz aí, quem é você nas redes sociais? É daqueles que só acompanham os conteúdos ou dos que fazem questão de sempre emitir uma opinião? 

Se é do time que opina, você consegue estabelecer um limite entre o que se pensa e o que se deve dizer? 

No contexto atual das redes sociais, as pessoas estão cada vez mais obcecadas em se expressar e omitir opiniões sobre os mais variados assuntos. Até aí, tudo bem. O problema é quando se esquece que “a liberdade de cada um termina onde a do outro começa”. 

Mas afinal, existe um limite para expressar nossa opinião nas redes sociais? 

Apesar da liberdade de expressão ser um direito constitucional, é impossível dissociar do indivíduo a responsabilidade sobre o que ele opina, compartilha e sustenta nas redes sociais. 

Na corrida maluca por novos seguidores, para se tornar um criador de conteúdo, muita gente tem passado por cima de valores morais e éticos. Afinal de contas, vale tudo para estar em evidência nas redes?! 

Como já foi comprovado em pesquisas científicas, ser notado positivamente nas redes sociais nos traz uma sensação de euforia e prazer, o que provavelmente justifica tamanha exposição do indivíduo sem qualquer critério. 

Essa necessidade de estar sempre em evidência tem trazido aquele velho pensamento que a internet é uma terra sem lei, onde vale tudo para estar nos holofotes e conquistar um like. 

Como resultado de tudo isso, temos nos deparado com um ambiente cada vez mais tóxico. Uma espécie de tribunal, tomado de “juízes da vida alheia”.

O respeito pela opinião do outro e a troca de pensamentos já não existem, o que tem tornado as pessoas cada dia mais agressivas em defesa da sua opinião. A cada comentário, uma verdade absoluta. 

Para mudar essa perspectiva sobre as redes sociais, precisamos adotar uma conduta mais positiva, empática e conciliadora. 

Seria interessante se todos usassem sua liberdade de expressão nas redes para propagar conhecimento, afinal “a troca de informação deve agregar valores sociais, razão da existência do termo Rede Social na Internet” (Boyd & Ellison, 2007). 

Uma forma de tornar a navegação no mundo virtual mais saudável e construtiva é fugir de discussões sem fundamentos, ainda mais aquelas que incitam a violência através de discursos de ódio. 

Além disso, avaliar o conteúdo da mensagem de suas postagens antes de publicar em suas redes. Isso te ajudará no compartilhamento de posts responsáveis. E por fim, mas não menos importante, lembre-se que você é o que você compartilha.

Por: Jéssica Gomes 

 

21 de junho de 2022 - 1 dia atrás